O espírito é luz, é inteligência, é vida, é poder criador e realizador. Nele não há matéria em
nenhum dos seus estados. É, portanto, imaterial. Ele é indivisível, eterno, e evolui para o
aperfeiçoamento cada vez maior. Partícula individualizada, assim se conserva em
toda a trajetória que faz no processo da sua evolução.
— Luiz de Mattos – Fundador do Racionalismo Cristão

Google+ Followers

A educação deve ir mais além, deve ir aos pais das crianças - Por Luiz de Mattos

O grave problema da educação não deve ficar restrito à criança. A educação deve ir mais além, deve ir aos pais das crianças. Estas sofrem invariavelmente a influência do lar. Elas imitam seus pais a falar, no andar, no viver, enfim, todos os seus bons e maus hábitos.

Logo, pais que tenham maus hábitos, maus costumes, vícios etc., estão contaminando os filhos; embora queiram dar educação, pregam muito, nada adiantam, porque a criança vai gravando mais do que vê do que o que ouve.

Assim sendo, é de máxima necessidade a criação de escolas para pais, e isso feito será meio caminho andado para a verdadeira educação da criança. Escolas para pais? Parecerá absurdo, mas não é, porque a escola poderá ser o Teatro ou todo o recinto que onde se façam preleções sobre a educação. Todos empregam esta palavra, mas pouco lhe dão valor que ela tem.

Como é Bom Ser Bom! – Por José Martins Fontes

Tu, que vês tudo pelo coração,
Que perdoas e esqueces facilmente,
E és, para todos, sempre complacente,
Bendito sejas, venturoso irmão,
Possuis a graça como inspiração,
Amas, divides, dás, vives contente.
E a bondade que espalhas, não se sente.
Tão natural é a tua compaixão.
Como o pássaro tem maviosidade,
Tua voz, a cantar, no mesmo tom,
Alivia, consola e persuade.
E assim, tal qual a flor contém o dom,
De concentrar no aroma a suavidade,
Da mesma forma, tu nasceste bom"

Como é Bom Ser Bom!
Por José Martins Fontes

José Martins Fontes

O soneto “Como é bom ser bom” é considerado o seu verso mais famoso e, antes de tudo um lema de vida que Martins Fontes sempre cultivou, como médico tisiologista da Santa Casa de Santos (a primeira do Brasil, fundada por Brás Cubas).

Ele não só disse essa frase, como também soube vivê-la. Em vida física, foi um exemplo de ser humano, soube compartilhar a dor do seu semelhante, soube estar presente no momento certo para aliviar a dor do ser humano. Não só do ser racional, mas também dos animais irracionais. Dizem os que o conheceram que ele socorria um animal doente abandonado nas ruas, recolhendo-o, e quando recuperava a saúde liberava-o.” Ulysses Cláudio Pereira

Integridade - Por Luiz de Mattos

Ninguém pode chegar ao fim das encarnações terrenas enquanto não tiver alcançado o mais alto nível de integridade.A integridade deverá constituir permanente preocupação do espírito encarnado, que muito lucrará se em cada existência neste mundo conseguir aprimorar, pelo menos, uma das muitas facetas desse precioso tesouro moral.

Ninguém pode chegar ao fim das encarnações terrenas enquanto não tiver alcançado o mais alto nível de integridade.

Neste mundo não faltam expedientes astuciosamente criados para proporcionar situações vantajosas, mas desonestas.


Inimigos da felicidade - Por Dr. João Baptista Cottas

Não sabemos para onde caminhamos, nem como será o mundo de amanhã, diante do que observamos através do noticiário. O mundo Terra vive em convulsões constantes e sob grande perturbação, razão por que não há nem pode haver felicidade na Terra.

Razão tem o ilustre escritor, espiritualista e filósofo Luiz de Souza, em seu livro A felicidade existe, quando afirma: “A felicidade real, verdadeira, permanente, só é possível na Terra com a espiritualização geral. O atraso espiritual do mundo é um atestado patente aos olhos de quem pode ver”. E mais: “Não pode haver felicidade sem saúde”. E nós acrescentamos: os inimigos da felicidade são o temor, a preocupação, a superstição e a ignorância.

O homem para ser feliz deve estar sempre bem com a sua consciência. Se o temor, o medo e o receio o atormentam, se a preocupação o inquieta, impacienta e irrita, esse indivíduo não pode ser feliz.
O tímido, fraco, medroso pode tornar-se forte, vigoroso e confiante, se desenvolver as suas faculdades mentais para o bem, se fizer bom uso do seu livre-arbítrio e vencer a impaciência e a inquietação.

Coisas do outro mundo

.
.
.
Sonhamos com outros mundos!
Buscamos outros mundos!
Por que tentamos outros mundos?
Se não sabemos respeitar o nosso mundo!

Pensamos que amamos nosso mundo!
Julgamos que conhecemos nosso mundo!
Mundo frágil, indefeso e o destruímos!
Mundo tão belo, nosso e o maltratamos!

Não desfrutamos nosso mundo, nem nos entendemos!
Por que destruímos nosso mundo, se nele vivemos?
Por que não destruímos o destruidor dentro de nós?
Que tal construirmos um novo construtor dentro de nós!

Casas racionalistas cristãs, ponto de convergência para que a paz se instale – Por José Cardoso Pires


Caminhos diversos percorre a criatura. Distantes uns avaliados em quilômetros, mais curtos outros referenciados apenas por alguns metros. Mas é uma referência à vida física, à caminhada, à jornada diária que cada um tem que enfrentar.

Mas na vida espiritual, aquela que nos apraz esclarecer, aquela pela qual as casas racionalistas cristãs abrem as suas portas e durante vários anos vão explanando, vão esclarecendo, vão projetando palavras de estímulo, sim! Porque elas são necessárias àqueles que caminham de forma hesitante, cujos pensamentos são fugidios, cujas incertezas estão presentes no seu dia a dia, para esses nossa palavra de estímulo, nossa irradiação, nosso envolvimento. E são tantos que nossas casas jamais se cansarão de a todos envolver com o mesmo espírito fraterno, aquele que os homens se esquecem, diariamente, de partilhar com os seus semelhantes.

As casas racionalistas cristãs são um ponto de convergência para que a paz se instale, para que o amor espiritual envolva a todos fazendo-os acreditar na importância que todos têm na sua forma de se relacionarem, de pensarem, de atuarem nas suas ações.

Um convite para todos despertarem à correta espiritualidade – Por Cláudio Magalhães

Limpeza Psíquica
As pessoas que vivem na moral espiritualista explanada sem rodeios e sem melosidades pelo Racionalismo Cristão têm recursos para não se envolverem nas malhas do astral inferior (a.i. são espíritos que perambulam na atmosfera da Terra), e se empenham em libertar-se a luz da razão.

Limpeza Psíquica
O Racionalismo Cristão reconhece que todos somos componentes do “Todo” com pensamentos elevados tendo como meta a perfeição, empenhando-se na extinção do fanatismo num espiritualismo renovador.

Domínio de Si Mesmo e Sensibilidade - Por Luiz de Mattos

Clique para OUVIR a Limpeza Psíquica
O domínio de si mesmo assegura ao espírito o controle íntimo, evitando os atos impulsivos e as atitudes impensadas que o possam levar a cometer desatinos, muitos dos quais irreparáveis, de que se vem a arrepender, mais tarde, como acontece na maioria das vezes.

O ser humano precisa estar sempre alerta e vigilante, consciente de que é uma Força que trabalha incessantemente, vibrando, atraindo e repelindo.

A solidão pode ser superada - Por Maria Mena

Livros do Racionalismo Cristão despertam seus valores
A solidão é um sentir tão profundo, que provoca mal-estar, levando as criaturas a ter problemas mentais muito sérios, enchendo o organismo e entorpecendo a mente com medicação,
dificultando o seu viver no mais básico que é do dia-a-dia em se concentrar ou então perceber até uma simples leitura.

Assim sendo, como poderá decidir o seu viver se é um autômato?

Essas partículas têm que ter muita força, recusando momentos de ócio e esforçando-se em ler, impondo-se disciplina, obrigando-se a pensar.
Baixe este e
outros
livros RC
sem custo
O livro Racionalismo Cristão poderá ajudar, porque em suas páginas a criatura solitária encontrará abordagens que a farão pensar e, então, direcionar aos poucos os pensamentos, deixando de vaguear por pessoas e assuntos que em nada a ajudam.

A espiritualidade para todos - Por Antônio Cottas

Todo ser humano, mais cedo ou mais tarde, sentirá necessidade de despertar para a espiritualidade.
Esse despertar poderá ser consequência dos sofrimentos que a vida apresenta, ou poderá ser impulsionado pela ansiedade espiritual de conhecer qual o seu papel neste mundo.

Quando isso acontece, e o ser se abre para a espiritualidade verdadeira, dá um salto qualitativo em sua evolução espiritual. Passa a ter uma vida mais racional, plena de boas realizações.
Limpeza Psíquica

O Racionalismo Cristão aqui está, para esclarecer os que se abrem para a espiritualidade, para aqueles que querem realmente modificar suas vidas, que querem romper com padrões de conduta muitas vezes prejudiciais.

Nas casas racionalistas cristãs, se estimula os seres a pensar com elevação, a raciocinar, a desenvolver a vontade de estudar, de conhecer tudo que antes ignoravam, estudando nossos livros as pessoas colocam-se em condições favoráveis para desenvolver a espiritualidade.

Velhice - Por Luiz de Mattos

A velhice representa, em cada encarnação, a última fase da vida.

E isto é compreensível: o corpo físico não é mais do que a máquina a serviço da Força, também denominada espírito, de quem recebe o calor, a ação, o movimento e a vida.

Essa máquina – como todas as máquinas – está sujeita à ação do tempo, aos desarranjos e desgastes que são maiores ou menores, de acordo com o trato que lhe dispensar o maquinista – o espírito.

E, convenhamos, não faltam os desatentos, os indiferentes e os desleixados.

Lar escola de espiritualidade - Por Ana Luz

Os progenitores precisam ensinar a seus filhos a moral cristã. Devem orientá-los desde tenra idade, incutindo em seus espíritos o amor ao trabalho, à lealdade, à verdade, para que estimem seus pais, para que os respeitem, mas não os temam.

Como receber os fluídos do Astral Superior e elevar a sua vida - Por José Cardoso Pires

Meus amigos, não é preciso ser-se doutor, não é preciso ser-se engenheiro, até um humilde pastor se tiver o pensamento elevado consegue receber os fluidos do Astral Superior, sim! É só querer, é só estudar, é só ter vontade.

Mesmo até para os mais nervosos há métodos para serem acalmados, sem precisarem de tomar comprimidos.

Finalidade das reencarnações – Por Farailda Brandão

A criatura deve primeiro olhar para dentro de si, olhar para seus próprios erros e defeitos com a necessária coragem, por ser realmente preciso coragem para o ser humano reconhecer os seus erros, as suas faltas, ostensivas ou ocultas.

Neste mundo não há perfeição.

Os espíritos encarnam justamente para trabalhar e lutar contra suas imperfeições e falhas, e burilar as arestas da maldade e dos vícios trazidos de encarnações passadas.

Esta é a finalidade das reencarnações.

As reuniões públicas nas Casas Racionalistas Cristãs são garantidas pelas Forças Superiores - Por José Cardoso Pires

Muitos dos que visitam as reuniões públicas nas Casas Racionalistas Cristãs e ouvem as explanações do Presidente físico, com certeza tem a curiosidade de saber de como é a percepção das Forças Superiores que garantem a segurança espiritual desses trabalhos aconselhando através da intuição, mas não interferem no livre arbítrio de cada um.
Vejamos o que nos diz o Espírito de JOSÉ CARDOSO PIRES.

O Astral Superior vem sempre alertando e aconselhando a leitura de suas obras fazendo um raciocínio, uma análise profunda, sobre tudo que leem para compreenderem como se processa a evolução de um espírito na sua trajetória evolutiva.

Teresa de Calcutá - Agora trabalho na Plêiade do Astral Superior

Seu nome verdadeiro é Anjezë Gonxhe Bojaxhiu M.C., nasceu em Skopje, 26 de agosto de 1910, desencarnou em Calcutá, 5 de setembro de 1997, conhecida mundialmente como Madre Teresa de Calcutá ou Beata Teresa de Calcutá,
religiosa católica de etnia albanesa, nascida no Império Otomano, na capital da atual República da Macedônia e naturalizada indiana, beatificada pela Igreja Católica em 2003.

Considerada, por alguns, a missionária do século XX, fundou a congregação "Missionárias da Caridade", tornando-se conhecida ainda em vida pelo cognome de "Santa das sarjetas".

Morreu em 1997 aos 87 anos, de ataque cardíaco, quando preparava um serviço religioso em memória da Princesa Diana de Gales, sua grande amiga, que faleceu num acidente de automóvel em Paris.

O homem em evolução - Por Pedro Pesce

Foto: Mongolian Museum
Ainda no tempo das cavernas, permite-nos refletir que num primeiro momento da Evolução a "sobrevivência" seria uma compulsão poderosa - a par com a "reprodução"...

Com efeito, ainda hoje assistimos cenas símiles - apenas sofisticadas com personagens e figurinos novos, mas com o mesmo "script"...

De fato, os nossos primevos irmãos, circunvindo os clarões das primeiras fogueiras, terão percebido que em seu clã havia fortes e fracos - a partir de púbere se anciãos, doentes e sadios - como "cenário humano" de sua inóspita paisagem.

Os "fracos" (espíritos com menor evolução, pertencentes às primeiras classes espirituais) seguiam "instintivamente" os "fortes" (espíritos mais adestrados, com mais experiências, com mais índole para dar "do que para receber"...), buscando proteção e exemplos para bem viver: uma emoção básica e natural, pois não?

Corruptos, ladrões, assassinos, terroristas...

Corruptos, materialistas, mentirosos, ladrões, violadores, assassinos, terroristas, sequestradores, traficantes e, a todos aqueles que prejudicam ao próximo e a família, mas principalmente aos que se negam a usar o livre arbítrio para o bem, por mais engenhosas que sejam as artimanhas para viverem impunes e provocar a desordem, precisam conhecer urgentemente no que virá depois da morte física.

Num pequeno planeta como o nosso, destinado ao progresso espiritual, o “ser” que por equívoco, anula a própria consciência, vivendo embriagado pela ânsia dos valores materiais, focado no querer mais, custe o que custar, está esquecendo a lei do retorno.

Somos poucos em benefício da humanidade - Por Pedro Pesce

O Racionalismo Cristão ainda é o esforço de alguns em benefício de todos.

Só nós podemos aquilatar nossas renúncias, nosso auto-controle, nosso pensamento elevado 24 horas por dia nosso denodo, nosso cuidado com "os tostões", nossa preocupação em respeitar a todos, nossa disciplina de conduta e pensamentos, sempre lutando contra nossos maus hábitos e nossas imperfeições, etc.

Jogar uma pedra é muito fácil - Por Ana Luz

Deve-se evitar os maus pensamentos, evitar criticar aos seus semelhantes. Em vez de fazer uma crítica destrutiva é melhor calar e dar incentivo para aquele que está, talvez, precisando de uma palavra amiga.

Mas muitos só sabem criticar as ações dos outros, muitas vezes até por inveja.

O ser, quando esclarecido espiritualmente, não admite inveja porque ela é perniciosa; a inveja só traz malefícios. Pode-se julgar que não, mas traz. Traz porque o invejoso esquece da sua parte, o que ele tem que fazer. Ele só vê o lado do seu semelhante. Jogar uma pedra é muito fácil.

O Racionalismo Cristão explana princípios que não falham, por serem baseados na verdade - Por Luiz de Mattos

O Racionalismo Cristão, como sabeis, não pertence aos homens na Terra. Simplesmente precisa deles para explanar a Doutrina com dedicação, desprendimento, valor e espírito de renúncia.

Podeis estar certos de que os instrumentos de maior responsabilidade na Doutrina são por nós intuídos, recebem de fato instruções precisas durante o seu trabalho espiritual, e qualquer inovação posta em prática deve ser respeitada.

Você é médium? - Por Ulysses Claudio Pereira

Quando buscar uma resposta, há no Livro base do Racionalismo Cristão um capítulo exclusivo sobre mediunidade.
Todos possuímos a mediunidade intuitiva, pois existem várias modalidades de mediunidade. Por exemplo, a mediunidade de incorporação, a olfativa, a de vidência, a de transporte, enfim há vários tipos de mediunidade.

Às vezes ela começa a se manifestar no ser humano, mas o desenvolvimento da mediunidade sem os estudos dos porquês da vida é muito prejudicial às pessoas. Porque o médium indisciplinado, como dizia o saudoso mestre Luiz de Mattos, “é a pior praga que existe no planeta Terra”, porque infesta todo o ambiente em que ele chega. Ninguém vem à Terra para ser portador de miasmas enfermiços, queixumes, má assistência. Tudo isso pode ser ocasionado pelos médiuns indisciplinados.

Pensamento, ferramenta dos construtores - Por Isabel Candeias

Clique para OUVIR a Limpeza Psíquica
O pensamento, enquanto utensílio de realização das maiores e grandiosas obras!

Como sabeis, é o pensamento uma força saturada de poder. Se o ser humano investir no seu pensamento, a favor do bem, ele conseguirá realizações de bom carácter que o possam elevar, muitas vezes, até além fronteiras.

Se por outro lado o ser não souber usa-lo a favor do bem e o usar a favor do mal, conseguirá apenas atrair para si e para aqueles que o rodeiam, algo inferior, a desgraça, a desorganização, tudo quanto de mal lhe possa acontecer.

Por isso é bom que penseis no pensamento como uma fonte que sacia a sede de todos que a ela chegam. É assim que o Criador investe a sua força no pincel do pintor, na argamassa do construtor que muitas vezes tem de erigir a sua própria cabana a fim de nela habitar com a sua família, o compasso do arquiteto ou do engenheiro na obra que ficará para a posteridade.