Seguidores

Estudo sobre O CAMINHAR DO SENHOR AUGUSTO MESSIAS DE BURGOS

 


Este pequeno estudo ilustra a caminhada do senhor Augusto Messias de Burgos, um ser espiritualista, cuja participação foi fundamental na abertura do primeiro Centro Espírita Kardecista na Cidade de Santos em 1902. Que em algum momento do já iniciado século XX, cruzou com o senhor Luiz José de Mattos, assim neste estudo também destacamos alguns dos desígnios deste homem benemérito, que influenciou nos destinos da cidade de Santos, e do senhor Luiz Alves Thomaz, um homem riquíssimo, porém discreto, que vivia somente para seus negócios, por isso em 1910 quando curados, esclarecidos e unidos pelo senhor Burgos, iniciaram a Filosofia Racionalista Cristã, na Cidade de Santos. Na sequência, em Cabo Verde, o Sr. Burgos estabeleceu o primeiro Centro Espírita Kardecista, na Cidade de Mindelo em 1911. 

CLIQUE AQUI PARA LEITURA, OU DOWNLOAD

Essa humanidade é vitima da mentira e da falsidade - Por Pedro Pesce

CLIQUE para ouvir a
Limpeza Psíquica
O "destino" só pode ser entendido como alvo, meta, lugar distante para aonde o livre arbítrio conduz; objetivo a ser alcançado através das resoluções da alma...

Não sendo assim nos restaria tão-somente o fatalismo estreito dos fanáticos e convencionais que "culpam" o destino por seus maus hábitos e suas imperfeições, por seu mau uso do raciocínio, por sua subjugação aos dogmas e por sua subserviência aos sistemas sociais injustos. Com efeito, quando a criatura se enfraquece as outras ficam mais fortes!...

Culpar o destino pela dor, pela infelicidade, pelos dissabores, pelas frustrações, é abrir mão dos poderes inerentes ao Espírito; é perder a dignidade como criatura, como ser humano, como raio de Luz que dimana do Grande Foco de Luz Universal; é perder a coragem, é afastar-se dos deveres de espírito encarnado.

Como falta à Humanidade os conhecimentos ora espargidos pela Filosofia Racionalista Cristã!

Com efeito, uma Humanidade órfã da Verdade é essa humanidade aí, vítima secular da mentira e da falsidade de todas as religiões.

A hipocrisia judaico-islâmica é essa aí, parteira vezeira de escravos e vassalos, de ofendidos e revoltados. Urge, pois, a nós outros, esclarecidos que bradamos ser, cultivar a independência de pensamento e o amor à Verdade.

Realmente, os escravagistas históricos estão aí, de plantão, manipulando as massas e pretendendo bramir "ad a eternum" o seu comando rouco de indecentes!

Temos que nos fortalecer, material e espiritualmente, para fazer frente a essa corrente malsã da santa ignorância, da mentira pública, do ódio institucionalizado; nossos incidentes pessoais não são maiores que nossos ideais!

Fraternal abraço do Pedro
Fonte:

A verdade está para todos - Por Ulysses Claudio Pereira

1 - Ignorância sobre a lei das reencarnações causam consciências intranquilas

“O ser humano precisa se conscientizar de que a Verdade está para todos. A Doutrina é uma escola que ensina às criaturas como viver, como se desprender das coisas materiais" Luiz Alves Thomaz
Conheça este e
outros livros

Os atos praticados são registrados na esteira espiritual de cada um; quando a criatura vive condignamente, isso fica registrado. Ao chegar ao seu mundo espiritual, sente uma alegria imensa, se soube viver as duas vidas neste planeta, mas quando, desgraçadamente, não se sabe viver a vida material e a espiritual, o quadro é bem diferente.


Ao atingir esse mesmo mundo, caberá à consciência de cada um julgar os seus atos e a ninguém mais. Não há condenação eterna, nem inferno, nem purgatório, há, sim, lei de causa e efeito, à qual todos estamos submissos.

Não há seres privilegiados perante essas leis, todos respondem pelos teus atos, quer queira, quer não, porque são leis inalteráveis.


Tudo acontece quando impera a ignorância da lei das reencarnações. Se não existisse a lei das reencarnações, jamais o ser humano agiria de forma indigna, desumana, porque ao pensar que, morrendo o corpo físico, tudo se acaba, mas está aí o grande engano da parte espiritual.


Ao desencarnar quando não se tem corpo matéria, tem-se o corpo astral que é de matéria fluídica relativa ao mundo espiritual do desencarnado.


Qualquer ser humano ao proceder de usura, a ganância, a materialidade que impera mais alto ao usar de falsidade para com o semelhante. E ao desencarnar percebe-se que existe uma lei que se chama “causa e efeito”. É como a lei da gravidade, não podemos jogar nada para cima que tem endereço de volta. Assim são os nossos atos. E nossos pensamentos também têm endereço de ida e volta.


2 – Conquistar a consciência da imortalidade do espírito

Somos espelho, ou estamos nos olhando no outro - Por Antônio Pina Tavares

O homem conhece a sua vida, só quando se revê no outro (ser humano, animal, planta, minério, ar, água, etc.). Este é o seu limite para começar a conhecer a vida verdadeira. Neste caso, o aforismo de grande significado, “Conhece-te a ti mesmo”, podia ser completado com: conhece o outro. Então, podíamos ter a seguinte frase completa: Conhece o outro como a ti mesmo.

O objetivo é o homem ser o que o outro é. Cada um de nós tem de fazer essa viagem e viragem ao longo da sua trajetória evolutiva. Sermos o que o outro é. Ou melhor, cada um é o que o outro é. Porém, na realidade, o homem, para conhecer e reconhecer o outro, necessariamente, e antes de tudo, tem de conhecer e reconhecer a si mesmo.

Reparemos que este objetivo é o inverso do que somos até este momento. Pois, agora, somos egoístas, individualistas, porque temos conhecimentos morais que nos permitem ter esses comportamentos. No entanto, progressivamente vamos, através de processos de aprendizagem, modificar esses comportamentos com mais e melhores conhecimentos.

Tudo isso se consegue com dedicação e trabalho que, obrigatoriamente, devem ser feitos por cada um e por todos, reerguendo sempre, mas cada vez mais firme, acutilante, coeso e unido, rumo ao progresso e à solidariedade.

Somos espelho, ou estamos nos olhando no outro
Por Antônio Pina Tavares

Mediunidade de incorporação - Por Fernando Faria

Consequentemente, a mediunidade intuitiva, a de incorporação e as funções rudimentares do incipiente órgão telepático, perfazem, em ações coordenadas e complementares, uma soma de três predicados espirituais, cujo desenvolvimento, quando sob rigoroso controle, oferece os mais perfeitos resultados na captação de pensamentos de espíritos desencarnados ou não.

CLIQUE para ouvir a Limpeza Psíquica
Nas correntes do Astral Superior, os médiuns transmitem voluntariamente, de um modo geral, o que os espíritos lhes intuem; como, porém, não perdem o controle de si mesmos, deixam de proferir as inconveniências acaso intuídas, quando atuados por obsessores.

(clique na imagem para ampliar)
CLIQUE para ouvir a Limpeza Psíquica
Em todas as camadas sociais há indivíduos que possuem, sem o saberem, além da mediunidade intuitiva, da qual todos os seres humanos são portadores, também a mediunidade de incorporação. Por se conservarem nessa ignorância, uns acabam praticando o suicídio, outros desaparecem em desastres, muitos superlotam os hospitais, as cadeias e as penitenciárias, e grande parte desses indivíduos, com a faculdade menos desenvolvida, vive a provocar desordens, a perder-se no jogo, a deprimir-se no álcool e a arruinar-se na sensualidade desenfreada.

Como é maravilhoso observar pessoas espiritualmente esclarecidas! - Por Humberto Rodrigues

Muitas pessoas perguntam a si mesmas: O que é a vida no seu aspecto amplo? O que realmente somos e por que vivemos nesse contexto? O que é Deus perante o espaço universal? Por que nas famílias há filhos de temperamentos tão diferentes se todos são criados da mesma forma? São reflexões de natureza transcendente, são indagações de ordem filosófica.

O Racionalismo Cristão é uma filosofia surgida de respostas a indagações de ordem espiritual feitas por Luiz de Mattos a si próprio.

A Doutrina aborda conceitos metafísicos originados em pesquisas mediúnicas e reflexões sobre estudos realizados por vários outros filósofos. São conclusões que responderam muitas questões que o espírito do grande humanista necessitava resolver em sua última encarnação no plano físico, para que viesse a lume a doutrina racionalista cristã e dela se beneficiasse a humanidade.

Quem mal faz para si o faz - Por Ana Paula Oliveira

Quem mal faz para si o faz - Dizem as leis espirituais e com quanta razão o dizem!

"Nada se consegue de bom, vivendo erradamente." Luíz de Mattos

Não é sintonizando com pensamentos pessimistas, de desânimo, de malquerença, de inveja, de ingratidão, de ódio, de vingança. Que a criatura vence qualquer situação, antes porém acentua correntes idênticas ao seu estado.

Mediunidade - Recado aos médiuns e mães - Por Antão José da Luz

O espírito toma posse do seu corpo, ao encarnar, trazendo tudo o que precisa para levar a bom porto o seu barco, melhor dizendo traz o raciocínio, a vontade, o livre arbítrio e o mais importante de todos esses atributos, a mediunidade.

A mediunidade é uma condição da vida dos seres, inata no espírito de cada um, e que só deve ser desenvolvida para o bem da humanidade.

Todos os seres humanos são médiuns, isto é, intermediários dos espíritos, quer desencarnados, quer encarnados em desdobramento consciente durante o sono ou quando em concentração.

Todas as crianças são médiuns videntes e normalmente essa qualidade se vai diluindo, acabando por desaparecer aos dez, onze anos. Mas, quando a vidência persiste para além dessa idade, os cuidados devem ser redobrados.

Os progenitores, especialmente a mãe esclarecida, deverá ensinar seu filho a fazer as irradiações e demais disciplina aconselhada pelo Racionalismo Cristão. Enquanto menor, sob a orientação moral e material da mãe, está sujeito ao ambiente criado no lar. Já adulto, não estando bem esclarecido, poderá ser vítima do astral inferior (espíritos obsessores), com todas as consequências perniciosas que poderão resultar desse fato.

O mundo é belo – Por Luiz de Mattos

O mundo não é tão mau como o pintam: as criaturas é que o fazem mau. São os sentimentos das criaturas, são a maneira como elas  encaram a vida neste mundo, que chocam, que ferem, que trucidam, que desiludem, e é por isso que há muita gente completamente descrente e desiludida, que vive por viver, e que aceita tudo com aparente naturalidade, porque assim é preciso.

Clique para OUVIR
a Limpeza Psíquica

Mas o Racionalismo Cristão, como filosofia que explana a verdade, e faz questão absoluta de que as criaturas reconheçam a verdade, a aceitem e a compreendam como ela deve ser compreendida, não poupa esclarecimentos, para que não haja dúvida nem vacilação sobre os seus princípios.

Afirmamos que cada um é aquilo que quer ser, e assim é. Cada um é aquilo que quer ser, porque está na vontade da criatura ser o que queira.

Só não vencem na vida aqueles que são fracos, que não possuem um ânimo forte, nem uma vontade bem-educada para o bem.

O mundo é belo – Por Luiz de Mattos

Escola do amor - Por Arminda Lopes

Clique para OUVIR
a Limpeza Psíquica
Caminha a humanidade ainda cega, por ignorar a VERDADE espiritual, mas o que fazer? Muitas criaturas acreditam no milagre, pedem ajuda aos santos, aos espíritos, quando a força reside nelas mesmas.

Vivem à procura de ajuda, vivem de muletas, e, assim, vão-se atrasando espiritualmente.
O Racionalismo Cristão não é uma religião, é uma Doutrina de princípios e de moral, é uma Doutrina filosófica porque ensina a filosofia da vida, a verdadeira vida, que é a vida espiritual.

Através dos seus ensinamentos, muitas criaturas se esclareceram e também já esclareceram outros, que foram dando exemplos de moral e de dignidade a toda prova.

De engano, de ilusões, de promessas, o mundo está cheio e não seria possível que o Astral Superior viesse a implantar a Doutrina em 1910 no planeta Terra para somar-se às oito mil e tantas religiões a estar a deturpar a Verdade.

In memoriam - 50 anos da desencarnação - Maria Cottas – Por Emir Nunes de Oliveira

Nossa Homenagem aos 70 anos da desencarnação da Senhora Maria Cottas - 05/09/1900 – 30/10/1971 -

Diário do Congresso Nacional de 10.11.71 – Jornal A RAZÃO, Rio de Janeiro de 20.11.71

In memoriam de Maria Cottas – Por Emir Nunes de Oliveira

Há os que deixam a vida, ignorando o que vieram fazer, há os que jamais produziram algo de apreciável, sempre existiu a massa anônima, apenas preocupada em viver de qualquer jeito.

Existem e existiram sempre os capazes, os modestos, que muito fizeram e ficaram ignorados a contrariar o vezo atual da auto e falsa promoção.

Propõem-se uns obter glória a todo o custo, outros fortuna, alguns perseguem o poder, todos ansiando satisfazer a sua própria vaidade, aparecer na vida, e por que não?

– gozá-la.

A maioria passa, como disse o poeta, em branca nuvem, despreocupados, vivendo o dia a dia ao sabor dos acontecimentos, rindo ou sofrendo, como habitualmente acontece.

A vida é naturalmente um bem precioso, e seu uso, sem egoísmo e com objetivação elevada, pode servir ao mais empedernido agnóstico, e com melhor razão ao ser altamente espiritualizado.

Mãe dedicada é quando… - Por Delfina Cottas

Por pior que seja um filho, à mãe, quando é dedicada, compete orientar com conselhos, com admoestações, amoldar o caráter de seu filho, ensinando-lhe os princípios de honradez e dignidade.

Mas isso só consegue se for uma mãe digna, mãe com "M" maiúsculo.
Quando é aquela que investe tudo em prol do seu filho, essa é uma mãe digna; ela se esquece muitas vezes de si própria, não se lamuria, mas vence porque é forte, vence porque ela quer, e o desejo forte de uma mãe é conseguido: fazer do seu filho um homem de valor.

Mãe dedicada é quando...
Por DELFINA COTTAS

Fonte:
Livro Para Quando os Reveses Chegarem de Fernando Faria

Relações familiares - Por Olga Brandão Cordeiro de Almeida

O problema conjugal é menos um caso de adaptação de caracteres que ajustamento de educação. Dois esposos de caracteres diametralmente opostos não chegarão a sérios conflitos afetivos, se houver educação, esclarecimento espiritual. O cônjuge que for realmente educado saberá transformar, graças a um esforço moral, tendências agressivas ou depressivas em propósitos elevados.

Assim como, ao se casarem, duas pessoas que se amam mutuamente trocam sentimentos elevados de influências construtivas, também existem as que se valem de conceitos indesejáveis, penosos a si e aos filhos.

Nessas condições, estabelece-se um acordo inconsciente, cujas humilhações e degradações são descarregadas nos filhos, verdadeiros “bodes expiatórios”, sem defesa, incapazes de um contra-ataque.

Há necessidade, para boa orientação da família, que exista consonância afetiva do pai e da mãe, que farão do lar uma pequena sociedade cuja lei seja “paz na ordem”. Na casa onde não mora o sossego, proliferam irritabilidade, violência, pessimismo.

A Escola Racionalista Cristã - O legado de Luiz Alves Thomaz - 150 anos - 04-08-2021

Oportunidades são oferecidas para todos que adentram a uma casa Racionalista Cristã, é preciso ter o conhecimento que uma casa Racionalista Cristã é uma “escola”, e, quem se dirige para cá venha com a consciência tranquila, porque aqui vai aprender muito, as lições são oferecidas gratuitamente, não se cobra nada a ninguém, todos aqueles que vem tomar o conhecimento desta doutrina que tantos benefícios traz para as criaturas.


Venham com grande vontade de aprender e assimilar o que aqui ouvem, mas, não é só ouvir, é por em prática os princípios racionalistas cristãos, que bom seria se todos que venham a uma casa racionalista cristã aprender a viver, pusessem em prática as lições que aqui ouvem, não teriam aborrecimentos, seus problemas seriam de fácil resolução, porque problemas todos tem, a vida é para isso mesmo, não é para passar por brancas nuvens, com devaneios, com ilusões, a vida é coisa séria, é algo mais porque se trata da espiritualidade, por aqui passam os espíritos fazendo a sua trajetória evolutiva e, é preciso então haver muito esforço próprio.
Saber irradiar, a irradiação tem que ser feita com o pensamento “alteado”, convicto naquelas palavras das irradiações. Muitos irradiam para o próprio momento em que estão passando, mas, nestas irradiações estão pedindo aos espíritos que os livrem do sofrimento, irradiação não é pedir é, irradiar com convicção, com força, “energia” porque os pensamentos elevados atraem eflúvios de luz.

Uma Teoria Espiritual da Mente – Por Caruso Samel

Assim como a mente, a memória é o resultado de um processo construtivo incrivelmente complexo a ela associado, contendo impressões padronizadas ou não de todas as vivências do espírito, não devendo ser confundida com a memória cerebral (memória consciente ou transiente), que tem um papel secundário aplicável tão somente à encarnação presente do espírito e repassada continuamente às estruturas cerebrais.

As memórias de todas as encarnações estão no corpo fluídico ou períspirito, que bloqueia as memórias de vivências passadas (memória inconsciente ou acumulada). No cérebro, as memórias dispersas se organizam a partir de um padrão de células distribuídas em todo o cérebro na forma de uma rede de conexões, sendo realmente formadas por um grupo de microssistemas em que cada um tem um papel diferente no armazenamento e na lembrança dessas memórias.

O processamento normal das informações envolve todos esses sistemas e microssistemas diferentes, os quais trabalham perfeitamente em conjunto para fornecer pensamentos coesos, bem como, sentimentos e emoções percebidas e sentidas pelo espírito, que é a fonte originária de todos os atributos inerentes ao próprio espírito.

Há algo acima de tudo – Por Luiz de Mattos

Tudo desaparece no mundo, tudo fica destruído, tudo se torna em nada, só acompanham o espírito as suas qualidades espirituais.

O espírito esclarecido não quer saber das misérias que no mundo existem. O que é preciso é estudar a vida para compreendê-la como a vida é, agir sempre de acordo com a sua consciência e quando esta diz ao espírito que está certo, caminha-se sem vacilar, sempre para frente, sem olhar para trás.

Pouco se importa o ser esclarecido com aquilo que de si possam dizer. Ele coloca acima do conceito alheio a sua consciência.

Há algo acima de tudo – Por Luiz de Mattos

Colaboração: Rute Helena Macário

Princípio de Autoridade - Por Luiz de Mattos

Limpeza Psíquica
Indissociável da fidelidade aos ditames da moral, da moderação e da justiça, o princípio de autoridade jamais deverá ser exercido com despotismo e intolerância.

Embora muitas pessoas se imponham pelo temor que os seus atos infundem, a verdadeira autoridade, a mais autêntica, a mais legítima é magnânima e justa, e por isso se torna querida e respeitada.

A evolução espiritual sem melosidades - Por Antônio Cottas


...No Racionalismo Cristão não se procura convencer quem quer que seja. A verdade é dita como deve ser, sem a preocupação de agradar ou desagradar.

Quem, como o Racionalismo Cristão, explica a vida fora da matéria e a evolução espiritual?

Leiam as nossas obras. Comparem-nas com as outras que tratam do mesmo assunto. Analisem o seu conteúdo, a simplicidade da linguagem usada e como dizem tanto em tão poucas palavras.

A expansão do Racionalismo Cristão é uma verdade que os cegos propositais não querem ver.

Isotermia espiritual - Por Wilson Candeias

Sabemos que a isotermia pura e simples, é a igualdade da temperatura de um corpo, independentemente das condições externas.

Também é sabido que o espírito, antes de encarnar tem pleno conhecimento de suas encarnações pretéritas, portanto sabe perfeitamente do que precisará para sua evolução à próxima encarnação, logo além de escolher os seus pais, que lhe servirão de guias para o quê necessitará quando encarnado; após a fecundação, esse espírito, já emocionalmente entrelaçado com os pensamentos de sua futura mãe, dessa forma participa diretamente na formação de seu corpo até o nascimento, que imediatamente assenhora-se desse organismo, e a sua principal ação sobre esse feto, ou em corpo encarnado, é provê-lo de recursos anímicos, que resultam em manter a isotermia, ou seja a estabilidade de sua temperatura, imanação da vida. (que oscila aproximadamente entre 35º e 37º)

Então, podemos entender que a isotermia espiritual é o equilíbrio da temperatura de um corpo mantida através do espírito. Logo, um organismo para continuar vivo necessita literalmente do espírito.

A isotermia espiritual, também ocorre espontaneamente através do sono, pelo processo conhecido como desdobramento, pois o corpo ao adormecer repõe suas energias através do espírito, que conectado por cordões fluídicos, afasta-se desse organismo, vai ao seu mundo de estágio por essa revitalização de energias anímicas, vitais para esse organismo, fortalecendo-o para os embates da vida do outro dia.

Porém, quando ocorre esse desiquilíbrio de temperatura por condições externas, podendo ser pela queda extrema, ou pelo excesso da temperatura, esse organismo se desarmoniza ficando suscetível da desencarnação.

Isotermia espiritual - Por Wilson Candeias

Esteios do Bem - Por Pedro Pesce

Os militantes das Casas racionalistas cristãs, como fiéis instrumentos das Forças Superiores, verdadeiros “espelhos” da Luz Astral Superior.

Todos numa única vontade e num só pensamento: concentração máxima para que as Correntes estejam num ápice de força para que os Espíritos Superiores possam realizar plenamente seus árduos e gloriosos trabalhos de desobsessão e consolo dessa pobre Humanidade.

A corrente fluídica das reuniões públicas é formada e mantida pelo Astral Superior, mas ela está alicerçada e dependente da corrente anímica formada e mantida pelos pensamentos firmes e elevados de mediuns e esteios, a partir da Presidência.

Vale a pena visitar