Seguidores

Em busca de uma nova geração de professores

Professor é aquele que ensina, que propaga uma arte, uma ciência, é um perito hábil com as palavras, que põe em prática e que segue uma regra.

Ser professor é ser facilitador de novos ideais, é ser um pouco mais do que simplesmente um ótimo professor.

Ser professor é abrir mentes embotadas, amortecidas por decadentes dogmatismos e abafadas pelo mofo do misticismo, reprogramando e tornando-as mentes de livre pensadores.

Ser professor é fazer evoluir o semelhante na utilização do livre-arbítrio para o bem, melhorando a conduta, atitudes e os reais valores.

Ser professor é ver além da transparência de pequenos problemas, é ter consciência de que um sofrimento hoje é efeito de uma má ação ou pensamentos fracos, podendo ser maus hábitos ou fracassos de vidas pretéritas, que, percebidos a tempo, gerarão a aprendizagem do amanhã.

Ser professor é demonstrar a vontade para as lutas de aprendizagem, por que sempre haverá novas lutas para o homem em todas as circunstâncias da vida.
Ser professor é manter seus pensamentos alteados, é planejar suas aulas com novos formatos quantitativos e qualitativos.

Ser professor é sentir-se o próprio aluno. É estar junto e sentar-se lado a lado. É conversar com os pais e irmãos do aluno e sentir-se parte de sua família. É inserir-se no contexto e no rol de suas amizades. É acompanhar e vivenciar cada um de seus momentos, apoiando o certo e avaliando o retorno do que está propagando. É ser uma lente a perscrutar o futuro do aluno.

Ser professor é fazê-lo sentir, respeitar e harmonizar-se com as leis naturais e imutáveis que regem o universo.


Ser professor é questionar seus próprios métodos de ensino, é a busca incansável e eterna da própria aprendizagem, é aprender a aprender para poder ensinar e buscar sempre um novo embasamento, atualizando o conceito emitido no dia anterior.


Ser professor é ouvir a intuição, e rever o que lhe foi ensinado nas bolorentas cartilhas para poder corrigir os surrados e rançosos maus hábitos, direciona-los para o bem.


Ser professor não é citar o exemplo, mas seguir uma conduta de integridade e ser o próprio exemplo na ética pessoal, com atitudes de honradez e dignidade. Olhar as coisas sérias da vida com perseverança, sem perder de vista uma sociedade justa e saudável que queremos para o amanhã, ensinando aos homens a se conhecerem como força e matéria.

Ser bom professor é não trazer na face a máscara da bondade.

Ser bom professor é pensar com elevação e ser instrumento do bem em todos os momentos da vida.

Ser bom professor é sair da mesa do professor tradicional, ameaçador e negociador de notas para ser o facilitador da aprendizagem e de novos caminhos.

Vale dizer que, ser professor é resgatar espíritos que estão carentes de evolução, e dar a eles esperança para que suas mentes possam elevar-se e logo possam saber utilizar o instrumento do raciocínio na busca dos porquês da vida!

Em busca de uma nova geração de professores
Wilson Candeias

Fonte: A Gazeta do Racionalismo Cristão

Poderá gostar de conhecer:

Seguidores

Vale a pena visitar