Seguidores

Atrair o Bem, Repelir o Mal e Cumprir o Dever - Por Luiz de Mattos

Todos os seres humanos são dotados, dentre outras, da faculdade de intuição – faculdade mais receptiva e mais sensível em uns do que em outros.

Por meio dela, espíritos desencarnados que perambulam na atmosfera da Terra, em estado de perturbação (nesta obra genericamente mencionados pela designação de astral inferior), interferem na vida e nos pensamentos dos seres encarnados, levando-os – quando estes não reagem por meio do pensamento acionado pela vontade consciente – a cometer as piores ações, fazendo-os chegar, frequentemente, à obsessão.

Contra essas influências são perfeitamente inúteis os apelos a hipotéticos deuses e santos, geralmente formulados pelos que desconhecem estes princípios básicos e fundamentais da vida universal: atração e repulsão, ação e reação, causa e efeito.

Precisam os seres, por isso mesmo, conhecer a ação do pensamento, o poder da vontade, a força psíquica de atração que tanto poderá ser exercitada para o bem como para o mal, conforme a natureza dos pensamentos que a dinamizarem e, consequentemente, os recursos, os meios, os elementos que todos indistintamente possuem para atrair o bem e repelir o mal.

Só os ignorantes poderão preferir, em lugar da Verdade espiritualizadora, tão claramente consubstanciada nos princípios racionalistas cristãos desta obra, o materialismo, religioso ou não, que a tantos e tantos fracassos e falências tem conduzido os seres humanos.

Os deveres materiais e morais precisam estar sempre presentes na consciência de cada um.

A vida reclama de todo indivíduo, a cada passo, uma atitude, um movimento, um gesto, uma palavra que traduza o cumprimento do dever.

Cumprir o dever significa ser honrado, respeitar-se a si próprio e agir com dignidade, elevação e consciência esclarecida.


Cada dever cumprido representa um resgate de obrigação, um impulso adiante, a marcação de mais um ponto no quadro da evolução.

Cabe ao espírito encarnado manter-se sempre vigilante, sempre alerta, sempre atento aos seus deveres, convencido de que se deixar de cumpri-los numa encarnação os estará infalivelmente acumulando para as encarnações subsequentes.

Atrair o Bem, Repelir o Mal e Cumprir o Dever
Por Luiz de Mattos
Fonte:

Vale a pena visitar

Arquivo do blog

Dúvidas? Fale conosco!

Seguidores