O espírito é luz, é inteligência, é vida, é poder criador e realizador. Nele não há matéria em
nenhum dos seus estados. É, portanto, imaterial. Ele é indivisível, eterno, e evolui para o
aperfeiçoamento cada vez maior. Partícula individualizada, assim se conserva em
toda a trajetória que faz no processo da sua evolução.
— Luiz de Mattos – Fundador do Racionalismo Cristão

Google+ Followers

Força de Vontade e Consciência de si Mesmo

A força de vontade é a mais poderosa alavanca de que dispõe o espírito para chegar ao triunfo, não existindo dificuldade ou obstáculodentro, naturalmente, das limitações humanas – que não seja capaz de superar.
 
Ela não conhece a timidez nem permite o desânimo ou o enfraquecimento, e tem o poder de subjugar todas as fraquezas, todas as paixões, todos os vícios, todos os desejos intemperados, quando o ser humano sabe utilizar-se, conscientemente, desse superior atributo.
 
É comum os seres confundirem a vontade com o desejo, apesar de serem, na verdade, coisas completamente antagônicas.
 
Quando o espírito encarnado é assaltado por um desejo inferior e possui a vontade suficientemente exercitada, esta intervém, dominadoramente, vencendo esse desejo.
 
Chama interior que conduz à vitória os que a sabem alimentar, mesmo nas pelejas mais árduas e difíceis da vida, a força de vontade é o resultado de uma série de sucessos alcançados, com esforço e decisão, nas encarnações anteriores e, como expressão de valor, uma fortaleza inexpugnável para o espírito.
 
A consciência de si mesmo faz com que o espírito não ultrapasse as suas possibilidades, dispersando, em pura perda, as energias que possui.
 
Ela significa, pois, a auto-apreciação no seu real, no seu verdadeiro sentido, não dando lugar à exaltação da vaidade nem à falsa modéstia, que a magnitude e o valor espiritual são encarados sempre dentro de uma rigorosa visualização normal.
 
De posse da consciência de si mesmo, procede o espírito com simplicidade, equanimidade e respeito ao seu semelhante, por saber que todos têm uma origem comum e fazem, sem distinção, o mesmo curso evolutivo.
 
Força de Vontade e Consciência de si Mesmo