Seguidores

A importância de se trabalhar como médium numa Casa Racionalista Cristã

O médium de uma Casa Racionalista Cristã, é um elemento de ligação dos dois planos – o físico e o astral, sendo essa a razão de se revelarem por seu intermédio os fenômenos psíquicos.

A faculdade mediúnica dentro de uma forte corrente fluídica, organizada por Espíritos do Astral Superior, é das mais importantes, pela influência que exerce na existência de cada um.


Quem desenvolve a mediunidade fora da disciplina aconselhada pelo Racionalismo Cristão corre todos os riscos, inclusive o da loucura. A garantia do médium numa Casa Racionalista Cristã, está precisamente em saber resguardar-se de ação dos espíritos do astral inferior, para não se tornar instrumento inconsciente a serviço da perversidade e da mistificação dessas forças do mal.

“...Nós trabalhamos para que a humanidade se esclareça e compreenda que a vida material tem que seguir paralela à vida espiritual. Mas, para que isso aconteça, é necessário que as criaturas estudem o Racionalismo Cristão no fundo e na forma, compreendendo e conhecendo a profunda espiritualidade dos seus conceitos...” Maria Thomazia


Os médiuns nas Casas Racionalistas Cristãs, por serem muito sensíveis e vibráteis, devem ser fortes no bem pensar e imbuir-se de suas responsabilidades, porém sabem que nem todos são iguais, nem todos tem a mesma moral, assim estão preparados para altear os pensamentos e religar-se às Forças Superiores nas horas mais difíceis, para eliminar barreiras, ultrapassando-as com bravura e coragem.

É necessário um controle individual muito grande, a fim de não se irritar por coisa alguma, levando uma vida rigorosamente disciplinada com horas para tudo: estar com a família, ter um trabalho digno e honrado, saber selecionar os amigos, horas para repouso e recreação em momentos oportunos, não ter quaisquer excessos sejam alimentares, de preocupações, de trabalho e nunca ser um ocioso, aproveitando o tempo com coisa úteis.

“...há seres de verdadeira moral, lutando pela Doutrina, verdadeiros espíritos de escol, comunicando-se com outros de igual calibre espiritual...” Luiz de Mattos

Ao servir a grande causa da humanidade, é um ser modesto, sabe trajar, conversar cordialmente e numa linguagem simples e serena, tendo o máximo cuidado com o pensamento, de modo a se purificar a cada dia, eliminando suas imperfeições, de modo a ser um instrumento dócil das Forças do Astral Superior, a fim de ser um porta-voz honesto, das mais vibrantes intuições, benéficas para a humanidade tão carente de espiritualidade e dos mais altos valores morais.

“...muitas vezes o ser esclarecido irradia pelo seu semelhante, ele é beneficiado, e nem sabe de onde veio o benefício...” Maria de Oliveira

Dar de graça o que de graça recebe, é uma honra tamanha, que o fortalece e engrandece sua alma, seu sentir, tornando-o num ser leal, verdadeiro, honrado, portador dos mais nobres sentimentos, a fim de cumprir essa magnífica missão em prol do bem, do todo.

“...Desenvolvi a minha mediunidade livre e espontaneamente, sem que para isso interferissem nem meu pai, que sempre respeitou o livre arbítrio dos seus filhos depois de maiores, nem tão pouco o meu marido. Achando que a Doutrina precisava de médiuns dedicados e desinteressados, prontos sempre para a prática do bem, resolvi desenvolver-me, pedindo a meu marido que me colocasse à mesa para dito fim. O que não fiz em vida de meu pai, vim a fazer meses depois da sua desencarnação...” Maria Cottas


Sabendo que o Espírito é Força, inteligência e poder, seu potencial cresce à medida que vai fazendo sua evolução, traduzindo-se assim, num Alto Ideal, traçado em plano astral, antes de reencarnar no planeta Terra, cumprindo assim uma honrosa missão que o torna merecedor dos mais diáfanos fluidos e Luz Astral Superior.

A importância de se trabalhar como médium numa casa racionalista cristã
Por Maria de Fátima Almeida


Poderá gostar de conhecer:

Vale a pena visitar

Arquivo do blog

Dúvidas? Fale conosco!

Seguidores