O espírito é luz, é inteligência, é vida, é poder criador e realizador. Nele não há matéria em
nenhum dos seus estados. É, portanto, imaterial. Ele é indivisível, eterno, e evolui para o
aperfeiçoamento cada vez maior. Partícula individualizada, assim se conserva em
toda a trajetória que faz no processo da sua evolução.
— Luiz de Mattos – Fundador do Racionalismo Cristão

Google+ Followers

Sou grato...

“...Sou grato a todos, gratíssimo mesmo, pelas irradiações, pelos pensamentos elevados que tiveram para comigo, irradiando ao Astral Superior, para que o meu sofrimento físico fosse amenizado e terminasse.

Custou um pouco, o sofrimento foi grande! Por que foi grande? Porque ainda restava aparar algumas arestas oriundas do passado, apesar do muito que foi feito, do muito que esse espírito lutou, trabalhou para vencer em todas as encarnações porque passou. Suas vidas, seus países, sexos diferentes, enfim, o espírito quando termina a sua missão, quando se despede do planeta Terra, se despede daquele núcleo último que foi sua família em corpo físico, ele se desliga de tudo isso, passando a habitar um mundo melhor, o mundo elevadíssimo dos espíritos de Luz, do Astral Superior.

Trabalhei, lutei e sofri muito para chegar a esta última encarnação — por que não dizer — uma encarnação para resgates pequenos, pequeninos abrolhos que ultrapassei satisfatoriamente em meio a uma família magnífica, envolvido por criaturas boníssimas e espíritos dedicados. ...”
ANTONIO FLOR NETO — Fonte: Livro Como Cheguei à Verdade — Biblioteca Digital do Racionalismo Cristão