Seguidores

“...precisa o ser exercer severo controle sobre si mesmo, para não colocar, na apreciação dos fatos em exame, as suas simpatias, os interesses egoísticos ou mesmo a influência da presunção e do convencimento de que se ache possuído, pois estes oferecem, invariavelmente, uma visão deformada das coisas, e acabam por leva-lo a conclusões falsas”. Luís de Mattos – Fonte: Livro Base do Racionalismo Cristão — Biblioteca Digital do Racionalismo Cristão

Vale a pena visitar

Arquivo do blog

Dúvidas? Fale conosco!

Seguidores