Seguidores

Pensamento - Por Luiz de Mattos

O pensamento é vibração do espírito, manifestação da inteligência, poder espiritual.
Ao atingir determinada fase evolutiva, o espírito sente necessidade de dar expansão aos seus conhecimentos, de alargar os horizontes da inteligência e de fortalecer os princípios morais que for aperfeiçoando a cada existência.

Pensar é raciocinar, é criar imagens, é conceber ideias, é construir para o presente e para o futuro. É pelo pensamento que a pessoa descobre, esclarece, resolve os problemas da vida.

O espírito imprime ao pensamento a própria força de que é dotado. Como o som e a luz, o pensamento também faz todo o seu percurso em ondas vibratórias ou, então, através de formas que ficam registradas no oceano infinito da matéria fluídica de que é provido o Universo e pode tornar-se conhecido de outros espíritos, desde o instante em que é emitido. Todo o processo evolutivo fica gravado nesse campo de matéria fluídica. Daí resulta a impossibilidade de ser alterada a verdade na vida espiritual.

Os pensamentos antecedem as ações. Assim, tudo que é feito, todos os atos dignos ou indignos são resultado de pensamentos também dignos ou indignos. “Quem mal faz para si o faz”, diz, com sabedoria, um axioma popular.

Os pensamentos ficam ligados à sua fonte de origem, enquanto permanecer o sentimento que os gerou. Criam condições proporcionadoras de saúde ou de enfermidade, de alegria ou de tristeza, de triunfo ou de fracasso, de bem ou de mal-estar.

Formando correntes que se cruzam em todas as direções, os pensamentos têm como fonte alimentadora os próprios seres humanos e os espíritos desencarnados que os emitem. Muitas dessas correntes são, além de doentias, bem avassaladoras. Com frequência, chegam mesmo a exercer acentuada predominância sobre as benéficas, pela inferioridade de pensamentos e sentimentos de que está saturada a atmosfera fluídica da Terra. Pensando mal, o ser humano não só transmite, mas também capta na mesma intensidade, queira ou não, pensamentos afins, e sofre efeitos dos pensamentos maléficos. Essas correntes produzem os mais sérios danos em distúrbios psíquicos e físicos.

Portanto, a educação e o fortalecimento da vontade têm importância fundamental na ação de governar os pensamentos.

Aprendendo a fortalecer-se com sentimentos repletos de valor, a pessoa criará em torno de si uma barreira fluídica de tamanha rigidez que os pensamentos maléficos dos espíritos obsessores não terão força para romper.

Temores e indecisões conduzem ao fracasso. Ânimo resoluto para pensar e deliberar é condição que se impõe. O pensamento racionalmente otimista deve prevalecer, sempre e sempre, porque, quando aliado à ação, se constitui numa força capaz de demolir os mais sérios obstáculos. Pensamentos de valor e coragem, de firmeza e decisão, atraem vibrações de outros pensamentos de formação idêntica, produzindo ambiente de confiança capaz de conduzir ao sucesso.

Pensamento
Por Luiz de Mattos

Poderá gostar de conhecer:

Seguidores

Vale a pena visitar