O espírito é luz, é inteligência, é vida, é poder criador e realizador. Nele não há matéria em
nenhum dos seus estados. É, portanto, imaterial. Ele é indivisível, eterno, e evolui para o
aperfeiçoamento cada vez maior. Partícula individualizada, assim se conserva em
toda a trajetória que faz no processo da sua evolução.
— Luiz de Mattos – Fundador do Racionalismo Cristão

Google+ Followers

Atributo do espírito – A renúncia – Por José Cardoso Pires - 90 ANOS

Neste 02 de outubro de 2015, o poeta e escritor português José Cardoso Pires, se ainda estivesse entre nós, estaria completando 90 anos. Hoje, como espírito liberto da matéria, atua na Presidência Astral, Filial Seixal, Portugal, da Doutrina Racionalista Cristã, proporcionando a todos ensinamentos espiritualistas, e nós num gesto de gratidão, estamos publicando um de seus valorosos ensinamentos;

Atributos do espírito – A renúncia

O mundo Terra é uma escola onde permanentemente há alunos que aprendem e há professores que ensinam.

Há um atributo que muitos espíritos, ao encarnarem, já trazem com certo grau de evolução e felizes desses que o trazem. Esse atributo é o atributo da renúncia e até podeis estar certos que há espíritos que vêm encarnar neste mundo apenas com uma missão: a de fazerem com que aqueles que aqui habitam possam evoluir, aprendendo uns com os outros, tirando lições proveitosas.

E como esses espíritos não têm necessidade de reencarnarem, eles vêm realmente com esse atributo muitíssimo desenvolvido.
Eles são capazes de renunciar praticamente a tudo e ter uma vida desprovida de riquezas, de bens materiais, muitas vezes, andando até com os pés descalços, libertando-se de suas vestes, para que outros possam tapar o frio ou o sol intenso e fazem disso o seu modo de viver porque é assim que se sentem bem.
Mas, muitas vezes, as lágrimas lhes caem rosto abaixo ao sentirem que não foram compreendidos, ao sentirem que suas palavras corajosas, de ânimo, de incentivo, foram tomadas como palavras vãs, que para muitos não tiveram sentido algum. Mas, noutros conseguiram calar bem fundo e esses que as ouviram e as compreenderam, as souberam interpretar, só tiveram a ganhar com isso, aprenderam as lições, tiraram proveito e souberam desempenhar melhor as funções que lhes tinham sido até aí atribuídas, passando a ocupar maiores cargos, com mais sapiência e também mais renúncia.

Quando um espírito vive no mundo Terra e chega a um patamar de uma velhice já bem avançada, normalmente é porque esse espírito se entrega, se entregou e quer continuar, o mais que puder, para desenvolver o trabalho a que se propôs aquando da sua encarnação.
Assim, esses espíritos que depois, mais tarde, depois de desencarnarem, são espíritos valorosos, espíritos de luz que nos vêm acompanhar em trabalhos mais desenvolvidos para os quais os estamos esperando, eles desencarnam suavemente e em vez de os chorardes, deveis elevar o vosso pensamento ao alto e irradiar por eles. Pois, podeis estar certos de que felizes daqueles que puderem seguir os passos desses espíritos que souberam renunciar.

Atributo do espírito – A renúncia – Por José Cardoso Pires


Poderá gostar de conhecer:
► José Cardoso Pires - Biografia
 Atributos do Espírito