Seguidores

O Raciocínio - Por Luiz de Mattos

Se tantas coisas erradas se fazem na Terra é porque os seres humanos não se dão ao trabalho de raciocinar demoradamente antes de praticar qualquer ato, para poderem prever as suas consequências.
O raciocínio, quanto mais exercitado, mais se desenvolve.

Por comodismo, por indolência, por preguiça mental muitos atribuem aos outros a tarefa de pensar por eles e passam a aceitar, como próprias, as idéias alheias.

Nascem daí os movimentos sectários com numerosos rebanhos, estes sempre propensos a acreditar no que os outros acreditam ou fingem acreditar, por mais absurdo que seja o objeto da crença, principalmente no terreno amplo e escorregadio do misticismo, em que a investigação espiritualista para a apuração da verdade não é admitida.

Com o poder penetrante de pesquisa que o raciocínio possui, não é difícil distinguir o racional do absurdo, o lógico do ilógico, o certo do errado, e divisar o caminho que levará a criatura convictamente à Verdade.

O Raciocínio

Por Luiz de Mattos

Fonte:

Seguidores

Vale a pena visitar