Seguidores

Na esfera espiritual não há pais nem filhos - Por Luiz de Mattos

Os grandes espíritos que vieram a este mundo para auxiliar o progresso da humanidade fizeram-no movidos pela ação consciente do dever. Nunca para atender à vontade de quem quer que seja, e, muito menos, de um suposto ente protetor.

Na esfera espiritual não há pais nem filhos. O que existe, em verdade, é enorme comunhão de espíritos numa graduação evolutiva, em que todos, sem exceção, têm origem comum: a Força Criadora ou Inteligência Universal.

Nos mundos dispersos pelo espaço, encontram-se, usando-se de reduzidos números para facilitar a compreensão humana, milhões e milhões de espíritos em cada plano de evolução.

Aqui mesmo na Terra têm encarnado, embora raramente, espíritos de evolução superior ao meio, para auxiliar a humanidade a progredir, sendo que inúmeros outros, do mesmo grau de evolução, desenvolvem atividades espirituais em outras regiões do Universo.



Quanto mais adiantado o espírito tanto maior a vontade que sente de auxiliar a evoluir o semelhante.

Daí a razão de submeterse, voluntariamente, ao sacrifício de voltar a mundos da espécie deste, quando a vida, nos planos correspondentes ao seu adiantamento, embora sempre trabalhosa, decorre num ambiente de incomparável bem-estar comum a todos.



Ouvir Vozes,
ou Ver Luzes
Negarem a espíritos superiores o mérito de terem conquistado a evolução espiritual à custa de grandes lutas, de muito trabalho, de sofrimentos em múltiplas existências, considerarem os altos atributos que possuem ao privilégio de suposta descendência ilustre ou divina é engano que cometem, além de desconhecimento da vida espiritual.

Quem demonstra maior valor: o líder que ascendeu ao posto com esforço e merecimento próprios, depois de vencer todas as etapas que o levaram à plenitude da experiência e do saber, ou o que foi colocado nessa posição com fundamento na hierarquia de antepassados?

Mr. Martin Luther King Jr.

Incontável número de pessoas classifica os espíritos de elevada sabedoria na segunda posição.


Para essas, o valor de admiráveis e evoluídos espíritos está mais nas suas origens do que nos próprios méritos, quando, na verdade, devem exclusivamente a si mesmos tudo quanto adquiriram e continuam a adquirir para aumentar, mais ainda, seus valiosos atributos espirituais.

Os espíritos, no decorrer do processo evolutivo, se distribuem em mundos de escolaridade e mundos de estágio. Os primeiros são de natureza idêntica a do planeta Terra.

A eles chegam espíritos de diferentes graus de desenvolvimento, que encarnam para promover entre si o intercâmbio de conhecimentos intelectuais, morais e espirituais.


Na esfera espiritual não há pais nem filhos

Por Luiz de Mattos


Poderá gostar de conhecer:

Seguidores

Vale a pena visitar